26 maio 2008

No Sábado, fiquei sem palavras!


E hoje, continuo...

12 comentários:

Lusaut disse...

Pela beleza do objecto?
Pela sua extraordinária sonoridade?
Foi uma prenda?
Vá lá, conta!

Abraço

zmsantos disse...

Por todas as 3 razões, e por uma mais importante, que é a satisfação de quem o deu.
Aliás, essa sensação já eu a tive de ti meu amigo.

Rogério Charraz disse...

Podes ter ficado sem palavras, mas a carninha estava um mimo...

Zé dos Anzóis disse...

Cá para mim esta foi uma prenda preversa, senão vejamos: Tu ficaste sem palavras, os teus vizinhos sem um minuto de descanso, e a tua mulher viu-se de repente trocada por uma cena preta com um "ganda" buraco no meio.
Mas a carninha estava um mimo, sem dúvidas...
Za

zmsantos disse...

São uns (adoráveis) brincalhões!

MisteriosaLua disse...

Pronto, ok, é bom saber que gostaste de receber qualquer coisa! Mas aqui para os mais burrinhos, o que foi que recebeste?... Uma casinha para os pássaros? Uma máquina fotográfica das antigas?...

A CONCORRÊNCIA disse...

Tiraste-me as palavras da boca amiguita Lua, é que eu não consegui comentar porque fiquei sem palavras.
O que é que recebeste amigo ZMSantos? só pode ter sido coisa de gajos !

zmsantos disse...

Meninas. É um instrumento musical de percussão, e chama-se CAJON ou seja "caixa grande". É utilizado nos ritmos latinos mais propriamente no flamengo.

MisteriosaLua disse...

Grata! ;)

A CONCORRÊNCIA disse...

Também dá para a Salsa? Vou já dizer à Joana que tu tens um cajon (se fosse cajou sempre se podia comer).
Beijos

Leticia Gabian disse...

Beleza de prenda!
Adoro a sonoridade do cajon! E, pra minha felicidade, é muito usado pelo lado de cá do oceano.

Micas disse...

Realmente tem uma sonoridade fantástica e nunca imaginei que ligasse tão bem na música celta. Este ano naquele encontro, houve alguém que trouxe um e foi simplesmente magnífico.
És um sortudo, com amigos que oferecem prendas assim ;D)