05 fevereiro 2009

Dedicatória

Ao grande CABRÃO que, com a sua mota, esta manhã me deu uma mocada no carro, partindo-me um farol e o para-choques e pondo-se em fuga logo de seguida (a coxear), desejo uma óptima Quinta-Feira, cheia de alegria e com poucas dores.

Porra de vida...

10 comentários:

A CONCORRÊNCIA disse...

Encosta-te a mim ... que granda porra de vida mesmo, possaras !!!!

Beso

Mukanda disse...

Zé, tu não existes!
O que me fizeste rir!!!
Brindemos a esse ganda cabrão! ehehehhe.
Um feliz dia para ele e para nós.
Beijo grande meu querido
Até já
Mukanda

Lusaut disse...

Deve ter sido o mesmo que me bateu no carro no outro dia às 5 da tarde e com 1,56 de alcool e sem seguro do carro e, tendo na sequência ficado sem carro e carta, agora anda de mota...

Carol disse...

Zé, meu querido

"Eles andem aí" ... cada vez mais inconsequentes e querendo passar impunes ...

A perna dele é que não deve ter achado tanta graça ....

Beijocas e um excelente dia de trabalho para ti :)

JC disse...

Amigo Ze:
Tenho uma òtica do C2(Esqª.) se servir estás safo hehehehe.
Não tem graça nenhuma, eu sei.
E para o CABRÃO (P... que o pariu)

tem calma
abraço

Micas disse...

Tens toda a razão, há pessoas sem um pingo de honestinade, há coisa de 2 semanas qd cheguei ao estacionamento (onde pago e não é pouco) tinha um retrovisor todo partido e apenas pendurado pelos fios electricos... que raiva...

Maria disse...

Mesmo assim o bom humor, arrancado de dentro, provavelmente, mas o bom humor...
Ganda cabrão, o gajo...

Um beijinho solidário

Zé dos Anzóis disse...

Grande cabrão bem que podia ter furado logo os dois pneus da puta da mota.
Abraço
Za

Leticia Gabian disse...

Puxa vida!
Mas, vão-se os faróis e ficam os dedos, as mãos, os pés, pernas....Tudo inteiro. Antes assim, amigo!


Saúde, amor e paz, sempre (apesar dos cabrões)

Ana disse...

E... nem a matrícula ficou? Se há coisa que dá jeito saltar num acidente com fuga é a matrícula do gajo que foge... pela mesma razão que deu imenso jeito o famoso ladrão norte-americano que se esqueceu da carteira na casa/loja/banco (confesso que não recordo esse pormenor) que assaltou :-)
Haja fair-play para conseguir aceitar a coisa com esse humor fantástico!
Bjs e as melhoras do pópó.
P.S.: Nada como ter uma carrinha a cair de velha para já não ter problemas com mossas e riscos novos ;-)