16 abril 2007

A gente sente-se em casa...


Este Sábado estive no Seixal, no espaço do 'Toca rufar'
Fui lá com uma caixa de rufo com um buraco na pele, a ver se me 'desenrrascavam' pois o Grupo Norte-Sul tinha um espectáculo no dia seguinte.
Fiquei siderado com a amabilidade de todos quantos lá trabalham. O Rui Júnior proporcionou-me uma visita às oficinas, mostrando-me equipamentos, instrumentos, peles, explicando-me as origens, etc. O Pedro Santos com uma paciência sem límites deu-me um autêntico Workshop de como reparar, ou mudar uma pele, os truques e perceitos para um excelente trabalho final. A Sandra com a sua simpatia, procurando saber que tipo de música tocam os 'Norte-Sul' e adiantando, para já, uma possível actuação no Bar 'O Tambor que Fala'.
Enfim, estou desejoso de romper outra pele, se for necessário, para lá voltar!
Aqui deixo o meu enorme agradecimento e um pequeno texto que tirei da Visão.
O que é o Tocá Rufar? Porque é que o Tocá Rufar atrai milhares e milhares de crianças, adolescentes e adultos, pessoas de todos os extractos sociais e de todas as Culturas?Serão os Sons da Utopia?Rui Júnior - músico, pintor, artista. Irreverente, alma irrequieta, sonhador - o fundador deste Projecto que não pára de crescer, também não conhece todas as razões para este fenómeno que é o Tocá Rufar. O que será que motiva milhares de pessoas, em Portugal e no estrangeiro, a acarinharem e a apoiarem esta iniciativa iniciada em 1996? Que dom é este que transforma coisas e pessoas e as torna bonitas?‘’O Tocá Rufar é muito mais do que a obra de um homem’’ – diz Rui Júnior– ‘’O homem tem limites. Os sonhos não têm.’’

7 comentários:

Mar e Serra disse...

Hallo

Com muitas saudades de Sintra,do cheiro das ärvores da volta do duche, etc
A minha Sintra Bela e Romäntica...

Um beijinho desta Alemanha que hoje estä quentinha 30 graus

Micas disse...

Uma bonita homenagem a quem sabe tratar dos instrumentos.

Para já o meu "bodhrán" não necessita de reparo, mas quem sabe um dia tb não visito essa oficina!!

Beijinho e boa semana

Uma vida qualquer disse...

Não sei, mas vou descobrir a que dá direito, em Marte, ir ao Seixal e não beber um café junto à Baia com vista a Lisboa. Tu não te preocupes, que eu verifico.
Besos

oldwillowaversepassadespercebido disse...

Fiquei sem saber...
desenrrascaram-te?
Tens uma pele nova?
É que no mesmo dia em que um "eufórico" (adoro eufemismos!) tratou de esburacar a pele da tua caixa, alguém se disponibilizou para a consertar. Se calhar, no meio da euforia, o batráquio esqueceu-se de te coaxar o recado.

Abracinhos

zmsantos disse...

Amigo Nãotãodespercebidoquantoisso,o girino em questão, coaxou. Quem não piou, fui eu. Não é que duvidasse da tua vontade e da preciosa ajuda manifestada, mas o tempo era pouco. Efectivamente os homens do Seixal resolveram a questão, além de eu ter aprendido alguma coisa. Não quero com isto, dizer, que a tua companhia não seja sempre, para mim, um previlégio e um motivo de regozijo, mas deves estar lembrado (eu não me esqueci) que há muitas luas, me cedeste uma pele para eu fazer uma sarronca. Ora, enquanto eu não acabar esse trabalhinho, não te quero pedir mais nada. São coisas da minha tola.
Agora peles à parte, se for pra beber uns copos...

Abraço do tamanho da tua cálvice...

SalgasVelho disse...

Caríssimo e saudoso amigo


Não fiquei minimamente chateado...talvez um pouco invejoso com essa ida ao Seixal.

Estás à vontade comigo, tu sabes, e eu dou as peles a quem eu quiser porque são minhas, porque me apetece, porque SIM e "prontos", ok? As vezes que forem necessárias!
Se precisares...não precisas de esperar pela Sarronca.

Mas entendo-te...
...pra quê falar com o marques mendes se podes ir directo ao sócrates, não é?

Beijos pra Ela e abraços pra Ti

Ricardo disse...

Só para deixar aqui um sorriso pelo tom acertivo e sincero como se descreveu esse espaço de solidariedade que é o TocáRufar. Cada vez que tropeço num textinho destes me apetece mais ser rufina...