25 janeiro 2006

Amigos, maior que o pensamento...


Ontem fui o menino mimado a quem todos dão atenção. Confesso que não me têm faltado situações destas ao longo da vida, sobretudo de há dois anos para cá, mas o dia foi mesmo especial, e foi com emoção que vi o resultado da "mobilização das forças" para ultrapassar-mos, em conjunto, esta mítica barreira dos 50.

Aqui, tento retribuir um pouco da felicidade que recebi de vós queridos amigos.

Aos meus pais que me deram o sopro da vida, e a quem devo infinito amor.
Ao meu mano Sica, onde tantas vezes vou buscar coragem para enfrentar a vida
Ao Paulo (Batanete)
Á minha filha Joana, fonte dos meus sonhos, extensão da minha alma.
Ao meu filho Bruno, pela solidariedade e carinho tantas vezes renovados.
Ao meu pai Simões, (sogro) pela amizade e exemplo de luta
Aos meus queridos companheiros do Norte-Sul que comigo partilham o dom de viver a cantar. Ao Cachaço pela sinceridade, Ana Maria, Zé Lopes (nosso Coach)
Aos Boémia pela música e fora dela, ao Sapito, aos amigos do Qlub71
Ao Alcino Salgado pela infindável ternura com que partilha o seu coração. Ás suas Filhotas, Ana e Tânia. Á D.Zélia pela paciência nos dias mais "chuvosos".

E por fim, á pessoa que faz da minha vida uma festa, á companheira, amiga, amante, e que tão bem se "enrrosca" no meu corpo. Á minha mulher, Fátima, força da minha existencia...

A todos agradeço do fundo do coração.

3 comentários:

Rogério Charraz disse...

Tenho cá para comigo que estas coisas só acontecem a quem merece...

Um abraço renovado,

Rogério Charraz

Anónimo disse...

Confesso que tenho vindo pouco,aqui.
Mas confesso tb,que ainda bem.
Agora,e ao ler este agradecimento...haaaa,que sorriso.
E numa boa altura,ando a precisar de rir.
O meu muito obrigado pela sempre presença.
UM abraço grande.
O Sapito...

Anónimo disse...

Meu velho cinquentenário:

Aos amigos não se agradece do fundo do coração... Brinda-se até ao fundo do garrafão!!!

Um velho abraço do
Zé Lopes