24 fevereiro 2006

My litle rain's fairie



Fonte de vida a borbulhar...
Com o teu encantado poder,
Fazes das núvens brotar
A água p'ra terra beber.

Enches os lagos,
As flores fazes viver.
És rainha entre os magos,
Os rios fazes correr.

Entre goivos e madresilvas, teu sono
Vigilante, este fáuno se atreve
Acordar, o aguaceiro
Tão certo, porém tão breve...


Que a felicidade inunde o teu coração, filha querida... Parabéns!


2 comentários:

Rogério Charraz disse...

Seu malandro, o filho já conheço mas a filha está guardada a "sete chaves". Eu percebo, os músico são um espectáculo mas quando não são nossos genros!
Brincadeirinha, claro. Parabéns à filhota e aos pais babados.
Abraço,

Rogério Charraz

Anónimo disse...

Busco no tempo, nesse tempo que passa tão depressa como nas asas de uma fada que adormeçeu dentro do meu coração. Tento desperta-la so para mim mas não consigo, busco dentro de mim o som da sua voz e já nem consigo ouvi-la, foi no tempo, foi nas asas de uma fada que perdi para sempre essa água que me alimentava a alma.